Praça Presidente Tancredo de Almeida Neves, 30, São Valentim - RS - 99640-000
Horário de funcionamento das 08:00 às 11:45 e 13:30 às 17:00
54 3373 1206/1507/1246
Notícia
Palestra

No dia 18 de Novembro, foi realizado no CTG  de nosso município um encontro para entrega das receitas dos hipertensos e também realização de palestra com a nutricionista Tatiane Volan, que falou sobre a importância do controle sobre diabetes e da hipertensão, deixando orientações abaixo aos participantes.

A hipertensão arterial sistêmica (HAS) é uma doença crônica e degenerativa que, só na última década, causou mais de 70 milhões de mortes. Cerca de 80% dessas mortes ocorrem em países em desenvolvimento como o Brasil, onde os índices chegam a mais de 30 milhões de brasileiros portadores da doença.
Um dos mais importantes problemas de saúde pública no Brasil, a HAS tem como fatores de risco a idade, gênero, etnia, sobrepeso e obesidade, sedentarismo, consumo de sal, ingestão de álcool, tabagismo, genética, fatores socioeconômicos, dentre outros.
Existem condutas não medicamentosas, que contribuem de forma muito importante na prevenção da HAS. Estas são alcançadas basicamente com mudanças no estilo de vida. Que são basicamente o controle do: consumo de sal, alimentos industrializados que contém muito sódio na sua composição, alimentos gordurosos, sobrepeso e obesidade.
É sabido que o sobrepeso e a obesidade são fatores que predispõem de forma efetiva o aparecimento da HAS assim como, a piora do quadro onde esta já se encontra instalada. Para tanto, é singular que os indivíduos com esta doença procurem ajuda multiprofissional para o combate à doença.
O consumo excessivo de sal é um dos grandes vilões na vida dos indivíduos hipertensos. De acordo com recomendações nutricionais, nosso organismo necessita de pouco mais de 1g de sal por dia para manter suas necessidades básicas. A Organização Mundial da Saúde preconiza o uso de até 5g de sal de cozinha por dia. Estudos mostram que o consumo de sal pelo brasileiro ultrapassa 10g diários.
A hipertensão leva a quadros graves de doenças cardiovasculares – acidente vascular cerebral, infarto, insuficiência cardíaca; renais – insuficiência renal, paralisação dos rins, além de alterações na visão que podem levar à cegueira.
Diabetes Mellitus: Esta diabetes é uma síndrome metabólica de origem múltipla, decorrente da falta de insulina e/ou da incapacidade da insulina exercer adequadamente seus efeitos, causando um aumento da glicose (açúcar) no sangue. O diabetes acontece porque o pâncreas não é capaz de produzir o hormônio insulina em quantidade suficiente para suprir as necessidades do organismo, ou porque este hormônio não é capaz de agir de maneira adequada (resistência à insulina). A insulina promove a redução da glicemia ao permitir que o açúcar que está presente no sangue possa penetrar dentro das células, para ser utilizado como fonte de energia. Portanto, se houver falta desse hormônio, ou mesmo se ele não agir corretamente, haverá aumento de glicose no sangue e, conseqüentemente, o diabetes.
O diabetes é uma doença crônica que não tem cura, mas tem controle com o uso da medicação correta e mudanças no estilo de vida.
O não controle do diabetes leva a pessoa a um processo de envelhecimento rápido, com falência de órgãos importantes como rins, olhos, cérebro, pois o excesso de glicose na circulação promove lesão de pequenos vasos sanguíneos que pode ocorrer em qualquer órgão do corpo.
Por isso, cuide-se. Tome sua medicação corretamente, cuide sua alimentação, siga corretamente sua dieta, evite açúcares, doces no geral, alimentos gordurosos. Prefira verduras, legumes, frutas da época, cereais, alimentos integrais e não deixe de realizar atividade física. Procure manter o seu peso dentro de limites saudáveis.

  • Copyright © 2013-2016 - Prefeitura de São Valentim. Todos os direitos reservados.